A farinha integral é melhor que a branca?

Por que será que a maioria das pessoas consideram os alimentos como o arroz integral e os pães integrais como sendo os mais saudáveis? Afinal de contas, a farinha integral é ou não é melhor para a nossa saúde do que a farinha branca? Será que essas pessoas estão certas ou erradas?

Nesse artigo vamos discutir as vantagens de se consumir uma ou outra farinha. Desta forma será possível saber qual é a escolha correta para uma dieta saudável.
Para começar, podemos dizer que a farinha integral é mais nutritiva do que a farinha branca, pois a farinha branca ao passar pelo processo de refinamento perde alguns de seus nutrientes. Desta forma, a farinha integral tem mais fibras, proteínas, minerais e vitaminas, como zinco, fósforo, vitaminas do complexo B, vitamina E e antioxidantes do que a farinha branca.

Quanto à quantidade de carboidratos e de calorias existentes nas duas farinhas, podemos dizer que é muito semelhante. Mas a maior quantidade de fibras existente na farinha integral faz com que ela seja uma boa opção para pessoas com diabetes. Esses nutrientes atrasam a absorção de açúcar pelo sangue, evitando os de insulina.

Para quem está com prisão de ventre, a farinha integral também é a melhor opção, pois as fibras retêm água, deixando a consistência das fezes mais amolecidas. Mas para que o processo funcione, não basta comer só as fibras, é preciso também beber muita água.

No caso de quem está com diarreia por causa de uma virose ou de uma infecção, o melhor é consumir a farinha branca, que possui menos fibras. Mas, se a diarreia for um sintoma intolerância ao glúten, nenhuma farinha de trigo, aveia, cevada e centeio é recomendada.

A farinha integral é excelente para quem quer perder os quilos extras, pois o fato das fibras demoram mais para serem digeridas, faz você ficar mais tempo sem vontade de comer.

Se você estiver indo malhar na academia, escolha a farinha branca que é fonte de carboidratos simples. Os nutrientes da farinha branca são rapidamente absorvidos, fornecendo energia imediata para os exercícios e poupando a reserva de proteína que alimenta os músculos.

Sendo assim, a farinha integral é mais indicada em várias situações, devido a sua grande quantidade de fibras e nutrientes. Mas, mesmo assim, o consumo dela deve ser controlado. As fibras em excesso também fazem mal, pois elas podem acelerar muito o trânsito intestinal e provocar gases. Além disso, o nutriente também pode dificultar a absorção de alguns minerais e vitaminas pelo intestino, como o cálcio e o magnésio. Assim, o ideal é comer pequenas porções de farinha integral ao longo do dia, evitando o consumo em excesso.


Artigos Populares