Como salvar sua vida financeira


Se você anda no vermelho e não consegue manter as contas em dia, então preste atenção porque este artigo foi escrito especialmente para você.

Todo mundo sabe o que é preciso fazer para ter dinheiro: guardar. Mas para muitas pessoas essa não é uma tarefa muito simples, pois requer mudança de habito e atitudes que permitam que elas consigam guardar seu dinheiro.

Leia essas dicas que preparamos para você que você saia de vez do vermelho e aprenda a poupar e a investir o dinheiro para que nunca falte.

1 - Coloque no papel todos os bens que você tem hoje.
Especifique suas dívidas e os valores que você tem a receber. Não há nada melhor do que colocar no papel para poder visualizar o tamanho do problema. Procure saber exatamente a quantia de dinheiro que você precisa para quitar suas dívidas e se o que você tem será suficente para cobrir esse valor.

2 - Tenha uma planilha para controlar o orçamento doméstico.

Hoje em dia é muito fácil encontrar essas planilhas em sites de bancos e páginas de blogs sobre finanças. Procure hoje mesmo uma dessas planilhas e complete-a com as suas despesas. Não perca tempo: essa atividade não levará nem meia hora e quanto mais cedo você fizer, mais cedo ficará livre das dívidas.
3 - Gaste menos do que você ganha.

Com a planilha na mão você pode notar se o que você ganha é suficiente para cobrir as suas despesas. Se você estiver gastando mais do que ganha, então você tem um problema. Verifique na planilha onde é possível cortar gastos e faça isso o quanto antes. É importante sobrar dinheiro para que você possa amortizar as dívidas. Com as conta em dia, também será possível guardar uma reserva financeira para as emergências, juntar dinheiro para realizar sonhos e garantir a uma boa aposentadoria.

4 - Evite as compras por impulso.

No dia a dia, tente gastar apenas com aquilo que foi devidamente planejado. Se você quiser gastar dinheiro com supérfluos, então faça uma poupança para isso. Desta forma, você evita as dores de cabeça que um orçamento comprometido podem causar.
5 - Negocie preços e contratos.

Tente pechinchar os serviços que você contratar. Seguros, assistências, planos de tv e internet são apenas alguns exemplos dos tipos de contrato que você pode negociar. Pesquise preços com os concorrentes sempre, pois assim você terá argumentos na hora de questionar os preços dos serviços prestados por essas empresas.

6 - Procure o banco e renegocie suas dívidas.

Se você está com problemas para pagar o cartão de crédito, ou está utilizando o limite do cheque especial, saiba que você pode trocar essas dívidas por outras menores. Para cada pessoa pode existir uma solução diferente de crédito que ajude a solucionar o problema. Vale fazer o financiamento de um carro ou um imóvel, solicitar um empréstimo consignado ou empréstimo para correntistas, etc. Além disso, você também pode renegociar a fatura do cartão, parcelando o total da dívida. Em alguns casos o cartão fica bloqueado, mas vale a pena pagar menos juros e manter a consciência tranquila.

7 - Converse com a família.

Para conseguir uma vida financeira saudável é importante compartilhar com a família sobre a necessidade de cortar despesas e de fazer um planejamento para que a conquista dos sonhos seja possível.

Mais sobre educação financeira, acesse: Ganhando muito Dinheiro

Artigos Populares