Idas e vindas no relacionamento - Por que acontecem?

Muitos casais estão presos em relacionamentos cheios de conflitos e vivem dentro de uma rotina onde o namoro  acaba e recomeça diversas vezes. Eles estão sempre brigando e reclamando um do outro e quando já não se suportam mais, terminam o namoro e juram que não querem mais ver o outro. Até que um "dá o braço a torcer" e procura o outro em busca de reconciliação.


A verdade é que, na maioria das vezes, o relacionamento em questão teve um começo maravilhoso, cheio de paixão e entrosamento. Mas com o tempo, um começa a tentar mudar o outro e a relação fica desgastada e o casal passa a brigar o tempo todo.

Este tipo de relacionamento é muito comum, e a maioria de nós já conheceu ou conhece casais que vivem em guerra e que estão sempre dando um tempo. Muitas vezes é difícil para alguém de fora entender, porque eles ficam sempre neste vai e volta. Afinal, se eles não conseguem viver bem juntos, por que será que estão sempre voltando?

As brigas de casais são normais, e podem ser muito boas para ajudar a resolver os problemas. Só que chega uma hora que o casal não aguenta mais brigar e resolve dar um tempo no relacionamento. Brigar o tempo todo é muito cansativo e eles usam este tempo para descansar e repensar as suas atitudes.

Mas, após dar um tempo, ambos devem fazer um esforço para tentar não agir de modo a gerar um novo conflito. Entretanto, é muito difícil alterar a personalidade para tentar agradar o outro e é comum ocorrerem novos deslizes que levam novamente ao fim do relacionamento.

Familiares e amigos também se cansam de tantas idas e vindas, e muitas vezes já não suportam mais aconselhar pessoas que ouvem o que elas dizem, mas que fazem tudo ao contrário. Geralmente, quem convive com estes casais não entende como é possível viver um relacionamento tão irritante e desgastante. Além disto, é muito difícil ver alguém que reclama e chora o tempo todo, voltar para o parceiro e sofrer tudo de novo.

Este tipo de romance geralmente acontece com pessoas inseguras, que tem medo de compromisso ou que são extremamente ciumentas. Para que o relacionamento funcione, é necessário aprender a conviver com os defeitos do outro e confiar em si mesmo. Do contrário, a relação nunca vai amadurecer e só vai servir para causar mais dores e sofrimentos.

Se a pessoa já fez o possível, mas não conseguiu aceitar os defeitos do seu parceiro, não adianta seguir com o namoro, pois mais cedo ou mais tarde o outro vai se cansar das idas e vindas e a separação não terá mais volta.

Artigos Populares