7 Revelações sobre a depilação com cera quente

A depilação com cera quente é a preferida de muitas mulheres, pois além de deixar a pele lisinha por mais tempo, minimiza a dor e evita a foliculite (aquelas bolinhas vermelhas que aparecem quando o pelo não é totalmente retirado). Existem por aí alguns mitos de que a depilação com cera quente causa flacidez, mas saiba que isto não é verdade.
Veja algumas revelações sobre este tipo de depilação:



1) A cera quente dói menos que a fria, pois relaxa a pele e dilata os poros.

2) Depilação com cera quente pode manchar a pele se for feita sobre um machucado, ou se você sair ao sol em seguida sem o uso de protetor solar.

3) Se a pele não estiver hidratada, os pelos poderão encravar. Como os pelos são retirados pela raiz, eles ficam mais fracos e não conseguem romper uma pele ressecada.

4) Deve haver um intervalo mínimo de um mês entre uma depilação e outra, pois a pele fica desprotegida e este é o tempo necessário para que ela se recupere. Alguns pelos mais grossos poderão crescer em 15 dias, mas isto não quer dizer que a pele já esteja preparada para uma nova depilação.

5) A cera quente não deve ser reutilizada, pois ela poderá apresentar bactérias que contaminarão a pele. Além da cera, os produtos auxiliares na aplicação também deverão ser descartáveis.

6) Existem ceras quentes específicas para cada tipo de pele: sensíveis ou normais, claras ou escuras, e assim por diante.

7) É recomendado que a mulher grávida faça depilações constantes a partir do quinto mês de gestação, pois a pele depilada facilita os preparativos para o parto e, se a depilação for feita já a partir do quinto mês, a sensibilidade que a mulher sentirá no nono mês de gestação poderá ser amenizada.

Existem vários tipos de ceras quentes no mercado e a escolha vai depender do seu tipo de pele e da sua preferência. Procure usar apenas produtos regularizados pela ANVISA (Agência de Vigilância Sanitária). A utilização de produtos pré-depilatórios e pós-depilatórios e fundamental para evitar a vermelhidão da pele.

Artigos Populares